quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

A Verdadeira História do Natal

Você sabia que o costume pitoresco de cantar músicas natalinas começou na realidade graças a bêbados agressivos que ameaçavam as pessoas de porta em porta em busca de comida e bebida? As primeiras versões da lenda de São Nicolau, o descrevem como um temível demônio chamado Krampus que sequestrava e batia nas crianças travessas. Na América, durante os séculos XVII e XVIII, a comemoração do Natal era contra a lei. Ao longo deste especial, encontraremos personagens como Ebenezer Scrooge, George Bailey, O Grinch e Rudolf, a Rena, e explicaremos a verdadeira origem de nossas tradicões natalinas. Enquanto você toma o seu champagne e come uma rabanada, acompanhe-nos e conheça a verdadeira história do Natal.

sábado, 22 de dezembro de 2012

Materialização de Espíritos


A materialização de espíritos é um dos aspectos mais interessantes estudados no espiritismo, mas não é "propriedade" desta doutrina em particular. A vinculação se deu porque, nos primórdios do espiritismo, ainda na França, o fenômeno foi muito estudado e ganhou publicidade e respaldo de cientistas, que viam no espiritismo um novo ramo da ciência. Antes disso, os fatos a esse respeito eram vistos com reservas e segredos (e depois disso também, aliás, e o melhor exemplo é o Museu das Almas do Purgatório, pertencente à Igreja Católica e que quase nenhum católico conhece).
Em ocasiões especiais (e não me perguntem quais, pois ainda não sei) um espírito faz-se visível a nós, encarnados, sem a necessidade de um médium. Algumas vezes só para uma pessoa, como o que eu vi (e pode ser o caso dessa pessoa ter uma mediunidade aguçada), outras vezes para todos, indistintamente. O processo envolve uma "baixa" na vibração do corpo espiritual, grosso modo como um disco de cores do Newton, que ao diminuir sua rotação podemos divisar as cores que até então não víamos. Para o caso dos espíritos, ainda não há uma explicação científica aceitável, mas pelo que se sabe isso envolve a reunião dos fluidos vitais (algo parecido com a nossa "energia animal") de um médium ou de um grupo de pessoas para tornar o espírito um pouco mais... "vivo".
Em outros casos, o espírito utiliza-se de uma "cobertura" de ectoplasma, um líquido viscoso produzido pelo corpo e que sai de dentro do médium por TODOS os orifícios (urgh) e por algum motivo é moldável com o pensamento. Achou que isso só existia no filme Os Caça-Fantasmas? ERROU! A matéria que compõe o (saudoso) Geléia foi batizada por Charles Richet de Ectoplasma (do greo ektós, fora, exterior, e Plasma). É uma substância viscosa, esbranquiçada, quase transparente, com reflexos leitosos, evanescente sob a luz, e que tem propriedades químicas semelhantes às do corpo físico do médium, donde provém. Quimicamente, ela possui muita semelhança com a massa protoplásmica, é extremamente sensível a eletricidade e magnetismo, podendo ser moldável pelo pensamento e vontade do médium que o exterioriza, ou dos Espíritos desencarnados, podendo assim eles atuarem sobre a matéria.
O aspecto diáfano e pouco detalhado dessas aparições se caracteriza pela própria natureza da materialização ectoplasmática: é como se você embrulhasse uma comida com um filme plástico, só vai ser vista as formas grosseiras, nunca os detalhes. Outro método dos espíritos deixarem suas marcas é mergulhando a "mão espiritual" deles em cera quente. O resultado é que aparece DO NADA o molde de uma mão, ou uma rosa (eu já vi uma rosa dessas num centro espírita) ou qualquer coisa que o espírito plasmar com o pensamento.
Vários médicos e cientistas analisaram, à época de Kardec, o fenômeno da materialização. Vários métodos para evitar fraudes, muitos humilhantes para o médium (como amarrá-lo e deixá-lo nu) foram feitos, e mesmo assim as materializações ocorriam. Já em 1870, o conceituado físico e químico inglês William Crookes, descobridor do elemento "Talio" (TI) e membro da Sociedade Real Inglesa, estudou o fenômeno. Tudo começou quando o cientista decidiu acabar de vez com aquela idéia absurda de que "espíritos" poderiam se materializar. "Vou provar tratar-se de uma ilusão vulgar", anunciou. Mais de três anos após o início de suas pesquisas, Florence Cook - uma médium de 17 anos considerada um fenômeno na sua época, mas que havia sofrido denúncia de fraude - ofereceu-se a Crookes e sua esposa para ser pesquisada, aceitando quaisquer condições. O relatório escrito pelo cientista era quase uma heresia. A adolescente, quando em transe, liberava tanto ectoplasma que dava vida a uma outra forma feminina: Kate King, capaz de andar e falar por mais de duas horas seguidas. Florence era baixa e morena. Kate era alta, loura e aparentava ter 35 anos. O relato era minucioso e apresentava até as pulsações, completamente diferentes, da viva e da morta. Para arrematar, Crookes, anexou à sua narrativa 48 fotografias.
Segundo Gabriel Delanne, "William Crookes foi, na Europa, o primeiro cientista que teve o valor de comprovar, escrupulosamente, as afirmações dos espíritas. Muito cético, a princípio, suas investigações o conduziram progressivamente à convicção de que esses fenômenos são verdadeiros e não titubeou um único momento em proclamar, em alto e bom som, a certeza em que resultou o seu trabalho. A partir de então outros pesquisadores o seguiram, como Alfred Russel Wallace, Oliver Joseph Lodge, Frederic William Myers, Richard Hodgson seguem pela senda aberta. Na Alemanha, cientistas eminentes como Friedrich Zöllner, Weber, Ulrici, o dr. Frièze e Carl Du Prel rendem-se à verdade que passam a defender. Na Rússia, Aksakof e Butlerof (da Universidade de São Petersburgo). Na Itália, o professor Falconer, Chialia, Broffério, Finzi, Schiaparelli e o próprio César Lombroso são levados a confessar a exatidão dos fenômenos que antes punham em dúvida. Na França, Gibier, Richet, De Rochas e Camille Flamarion comprovam a mediunidade de Eusápia Paladino."
Flamarion, conceituadíssimo astrônomo francês - para muitos cientistas considerado o "Carl Sagan do século XIX" - conterrâneo e amigo pessoal de Allan Kardec, afirmou:
"Porque, senhores, o Espiritismo não é uma religião, mas uma ciência, da qual apenas conhecemos o ABC. O tempo dos dogmas terminou. A Natureza abarca o Universo. O próprio Deus, que outrora foi feito à imagem do homem, não pode ser considerado pela Metafísica moderna senão como um espírito na Natureza. O sobrenatural não existe. As manifestações obtidas através dos médiuns, como as do magnetismo e do sonambulismo, são de ordem natural e devem ser severamente submetidas ao controle da experiência. Não há mais milagres. Assistimos à aurora de uma Ciência desconhecida." (...) "Aquele cuja visão é limitada pelo orgulho ou pelo preconceito e não compreendem esses desejos ansiosos de nossos pensamentos, ávidos de conhecimentos, que atirem sobre tal gênero de estudos o sarcasmo ou o anátema! Nós erguemos mais alto as nossas contemplações!"
Estranho que as mentes mais brilhantes de sua geração tenham sido enganadas em diversos países com jogos de espelho e truques baratos... Afinal, esse é o pensamento da comunidade científica atual que, ao contrário de seus brilhantes antecessores, não se interessam por esses assuntos "transcendentais".
Seja como for, o fenômeno não parou com a falta de interesse. Apenas foi relegado ao ostracismo, até que Chico Xavier e outros poderosos médiuns pudessem ser o veículo para dar ao Brasil demonstrações dramáticas de que a vida continua. Um deles era Francisco Peixoto Lins, o Peixotinho. Convidado a ir a Uberaba, ele se apresentou a Chico Xavier e uma seleta platéia, que incluía o delegado de polícia paulista R. A. Ranieri. Marcel Souto Maior nos relata o ocorrido, no livro As Vidas de Chico Xavier:
"Às oito da noite em ponto, uma lâmpada vermelha iluminou a platéia. Mais de quinze pessoas, entre elas Chico Xavier, iniciaram o rito, de acordo com o regulamento espírita: leitura de trechos evangélicos, seguida de comentários, "para atrair espíritos de ordem superior", acompanhada por música clássica, "para facilitar a aglutinação fluídica" e conduzir os participantes a uma vibração positiva. Ave Maria, de Gounod, tomou conta do ambiente. Da cabine onde estava Peixotinho saíram clarões coloridos. O corredor foi atingido por reflexos verdes, roxos e azuis. De repente, apareceu na sala um visitante fluorescente. Diante de olhos atônitos, alguns deles desconfiados, começou o desfile de assombrações.
Um dos perplexos na platéia era o delegado de polícia paulista R. A. Ranieri. Naquela noite, ele foi surpreendido pela visita de uma réplica iluminada de sua filha, Heleninha, morta três anos antes, com dois anos de idade. A garota "saiu" do corpo de Peixotinho e "ressuscitou", quase em neon, com a mesma fisionomia e estatura dos tempos de viva e com a voz semelhante à original. Cumprimentou o pai e colocou nas mãos dele uma flor brilhante.
Era ela, sem dúvida nenhuma - garantiu Ranieri.
E exigiu credibilidade.
Ficou tão convencido da autenticidade dos fenômenos que escreveu um livro sobre o assunto, intitulado "Materializações Luminosas".
continue lendo a materia clicando em "mais informações" logo abaixo

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

10 projetos bizarros da CIA que foram descobertos


A Agência Central de Inteligência, a CIA foi criada em 1947 e desde então vem fazendo de tudo ( de tudo mesmo) para que os interesses do governo dos EUA sejam alcançados. Eles não medem esforços, gastam rios de dinheiro e não tem o menor grau de ética para atingir seus objetivos.  No entanto, as vezes, nem tudo sai como esperado e esses projetos bizarros acabam sendo revelados ao público. Esses foram os 10 projetos e operações mais bizarras que foram revelados ao público mediante documentação, sendo assim comprovados sua veracidade. Confira:


10. PROJETO STARGATE

Você sempre escuta a palavra farsa acompanhando qualquer fenômeno sobrenatural. Em especial, o governo vive negando qualquer evento que “comprometa” a integridade mental coletiva. O maior fanfarrão da História, o governo dos EUA, é um desses. Nega o quanto pode…até que um dia a realidade aparece. Entre os anos 70 e 80, o governo estadunidense negou a existência de pessoas com poderes psíquicos e o investimento voltados para essa área. E foi assim, até que em meados do ano de 2001, documentos sigilosos vieram a publico e o Projeto StarGate foi descoberto.
O projeto de mais de $20 milhões de doláres, Stargate era um termo geral usado para descrever um grande número de experiências e investigações psíquicos empreendidas pelo governo dos E.U.A entre os anos 70 e 90. O maior objetivo do Projeto Stargate foi investigar a possibilidade de existir pessoas com poderes psíquicos, entre os quais, o principal alvo era a “visão remota”, que é a habilidade psíquica para acompanhar os acontecimentos através de grandes distâncias. Segundo os arquivos, o objetivo do programa era desenvolver a clarividência controlada. Pretendiam conseguir esse feito através de pesquisas com suas cobaias, pessoas que supostamente dominavam algo que atualmente é bem conhecido, a chamada Projeção Astral.
Com isso eles poderiam prever eventos futuros e ler documentos escondidos. Outra finalidade era a militar, pois esses poderes dariam uma vantagem imensa sobre o inimigo. Embora alguns participantes afirmassem ter previsto corretamente eventos principais do mundo como ataques e situações militares importantes, o programa concluiu que telepatas visualizadores ainda estavam errados quase 80% do tempo. Com um índice tão inferior, visto que apenas alguns candidatos dos milhares utilizados no projeto correspondiam as expectativas e com o governo cortando gastos, decidiram por um fim no bizarro projeto em 1995. Os documentos que eram para ser arquivados acabaram nas mãos e erradas e cá estamos nós comentando sobre…



9. GATO ACÚSTICO

 A maioria das pessoas não pensaria no gato de casa comum como sendo um mestre em potencial da espionagem, mas a CIA o fez. Nos anos 60, a dita inteligência americana gastou cerca de $20 milhões “na vaquinha acústica,” um projeto top-secret que usa gatos como dispositivos de gravação. O projeto envolveu um grupo de gatos especialmente treinados e implantou cirurgicamente microfones, antenas e baterias em suas caudas, e os colocou então prontamente perto da embaixada russa. A idéia era que um gato despretensioso pudesse se aproximar dos grupos de oficiais comunistas e escutar sua conversação, que poderia então irradiar de volta aos agentes com seu equipamento de rádio sofisticado. O plano foi finalmente posto em ação, mas o primeiro gato enviado para o campo foi supostamente atropelado por um táxi antes que ele pudesse fazer uma gravação e a operação “Acoustic Kitty” foi abandonada pouco tempo depois.

Continue lendo a matéria clicando em "Mais informações" logo abaixo

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Mundo Espiritual: os Samaritanos-Resgate de Almas Perdidas


Os samaritanos que também são chamados de missionários, socorristas e emissários são trabalhadores dos postos de socorro que saem em caravanas pelo Umbral e pela crosta do Planeta Terra a procura de pessoas que socorrem os que pedem auxilio.
Se vestem com capas e gorros de cor bege ou marrom-claro e botas altas. Desta forma peregrinam pelo Umbral sem serem percebidos. Muitas vezes são invisíveis aos sentidos de espíritos de baixa vibração.
Existem relatos onde os samaritanos contam com a ajuda de cavalos para percorrer distâncias maiores e cães que são utilizados como proteção. Outros relatos falam sobre a existência de veículos especiais chamados de Aerobus.
Raras são as excursões em que não ocorrem ataques aos samaritanos. São atacados por espíritos maldosos que podem se transfigurar em criaturas horrendas com o intuito de intimidar e amedrontar as caravanas. Os que atacam jogam pedras, paus, lama, matéria podre e alguns chegam a construir armas que não fazem qualquer efeito aos samaritanos. Para defesa utilizam ainda redes de proteção e armas que emitem eletricidade. Ao serem atingidos por este tipo de raio o espírito entra em um processo semelhante ao da morte pois lhe faz relembrar todo sofrimento que passou em sua mais recente desencarnação. Com medo muitos espíritos só tentam intimidar, e muitas vezes se afastam em desespero.
Existem situações em que os Samaritanos precisam resgatar pessoas dentro das populosas cidades do Umbral. A forma como fazem isto depende do tipo de cidade. Existem casos em que pedem autorização aos lideres da região. Em outros a pessoa a ser resgatada não é de interesse dos moradores da cidade e neste caso não existe problema algum em entrar e levar estas pessoas. Existem ainda situações em que precisam utilizar disfarces ou entrarem sem serem vistos pelos habitantes do local. Em situações de perigo podem mudar de vibração se tornando invisíveis. Desta forma não podem ser capturados pelos espíritos trevosos do Umbral. Muitos do Umbral sabem quem são e o que podem fazer e mantém um ar de respeito quando estão presentes.
Ao resgatarem algumas dezenas de espíritos, os samaritanos retornam ao seu posto de socorro. São verdadeiros farrapos humanos, alguns seminus, outros com suas roupas em trapos e corpo imundo e ferido. No posto os espíritos são tratados e orientados. O tratamento pode levar alguns dias ou alguns meses. Continuam livres e podem optar por retornar ao Umbral ou seguir para uma Colônia onde terminarão seu tratamento e passarão a freqüentar aulas e cursos para que se informem sobre sua atual situação após a morte.
Um espírito só pode ser ajudado pelos samaritanos quando deseja com sinceridade ser ajudado. Não se pode ajudar ninguém a força. Não se perde tempo resgatando espíritos revoltados pois se não querem mudar, não poderão mudar a força. Sua revolta ainda poderá atrapalhar os trabalhos e a recuperação de outros espíritos dentro dos postos e hospitais.
Existem casos em que os espíritos se encontram em níveis tão baixos de vibração que não conseguem ver e se comunicar com os samaritanos. Desta forma não podem ser ajudados.
Relatos mostram que em determinados casos os samaritanos podem convencer o espírito a ter vontade de melhorar, de ser socorrido e ajudado. É possível mostrar a estes espíritos imagens das colônias e da felicidade e paz que poderá ter. Este trabalho de convencimento pode passar pelo uso da força. É o caso de fazer o espírito se recordar do sofrimento, dor e angústia que passou no passado, fazendo o mesmo desejar sair daquela situação.
São muitos os espíritos que mesmo em estado deplorável no Umbral preferem continuar na vida em que estão. Isto não é muito diferente do que existem aqui na Terra. Uma parcela dos moradores de rua, mendigos, idosos e crianças continuam nas ruas por opção. Não suportam os abrigos, a limpeza, a organização, a necessidade de obedecer a alguém. Preferem viver livres de qualquer lei, norma, organização, junto da miséria. Infelizmente só se pode ajudar alguém quando este alguém quer realmente ser ajudado.

Fonte: http://www.vidaemorte.org

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Top 10 pessoas mais crueis ou monstruosas dos tempos antigos

A humanidade está repleta de histórias sobre pessoas más que realizam atos malignos. São tantas as narrativas que é possível criar várias listas top 10, apenas com homens, mulheres ou até mesmo crianças.
Porém, a escolha, neste espaço, agrega os 10 especialmente cruéis, que muitas vezes são lembrados apenas por um determinado ato.

10º - Imperatriz Wu
Wu Zetian foi imperatriz da China de outubro de 690 a fevereiro de 705. Ela foi a única imperadora na história de seu país. Assassina, cruel, sádica e sexualmente depravada.
Sua forma de governar levou seu povo ao caos. Ordenava torturas, execuções e suicídios forçados cotidianamente e tinha o costume de exilar ou executar seus rivais, incluindo a ex-imperatriz Wang. Membros da sua família também foram executados ou exilados, até mesmo seus sobrinhos e filhos, tendo sido um deles obrigado a cometer suicídio.
Ela matou sua própria filha recém-nascida. Muitos cidadãos foram envenenados, estrangulados, mutilados e queimados vivos. Outros tiveram narizes, orelhas, pés e pernas cortados. Ela morreu aos 81 anos, em dezembro de 705.

09º - Qin Shi Huang
Qin Shi Huang foi o primeiro imperador da China, tendo governado entre 221 aC e 210 aC. Ele era paranoico, violento, cruel e sádico, o que o levou a massacrar seu povo. Em seu primeiro ano de poder, mais de 120 famílias foram obrigadas a se deslocar de suas casas.
Ele mandou queimar quase todos os livros e textos que circulavam na China e executou centenas de estudiosos. Desenvolveu a agricultura por meio do aumento dos impostos. Em determinado momento, um milhão de homens foram colocados em trabalhos forçados para construir 4.700 quilômetros de estradas.
Criou muros e outras edificações que abriram caminho para a construção da Grande Muralha da China, porém centenas de milhares de trabalhadores morreram de fome ou assassinados. Qin era obcecado por se tornar imortal. Por não descobrirem como isso era possível, 480 cientistas e estudiosos foram enterrados vivos.
Ele tinha medo de ser atacado mesmo após sua morte, por isso ordenou que um mausoléu de 4,8 quilômetros de largura fosse construído. Mais de 700 mil pessoas trabalharam nessa construção, mas muitos morreram durante o processo. Acredita-se que ele tenha matado mais de um milhão de pessoas. Qin morreu em setembro de 210 aC.

continue lendo a matéria clicando em "Mais informações" logo abaixo

sábado, 1 de setembro de 2012

Entrevista com os espíritos: Poderes dos Espíritos


Extraímos a seguinte passagem de uma carta que um dos correspondentes do Departamento do Jura enviou à Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas:
“(...) Como já vos tinha dito, senhor, os Espíritos gostavam da nossa velha habitação. No mês de outubro passado (1858), a senhora condessa de C., amiga íntima de minha filha, veio passar alguns dias em nossa mansão, acompanhada do filhinho de oito anos. O menino dormia no mesmo apartamento que a mãe. A fim de que ele e minha filha pudessem prolongar as horas do dia e da conversa, a porta comum que comunicava seus quartos ficava aberta. O garoto não dormia e dizia à sua mãe: ‘O que a senhora fará com esse homem que está sentado junto à sua cama? Ele fuma um grande cachimbo. Veja como enche o quarto de fumaça; mandai-o embora; ele sacode as cortinas.’ Tal visão durou a noite inteira. A mãe não conseguiu fazer a criança calar e ninguém pôde pregar os olhos. Essa circunstância não surpreendeu a mim nem à
minha filha, pois sabemos que há manifestações espíritas. Quanto à mãe, imaginou que o filho sonhava acordado ou se divertia.

“Eis um outro fato pessoal que comigo aconteceu no mesmo aposento, em maio de 1858. É a aparição do Espírito de uma pessoa viva que ficou muito admirada por ter vindo me visitar. Eis as circunstâncias: Eu estava muito doente e há tempos não dormia, quando vi, às dez horas da noite, um amigo da família sentado perto de meu leito. Manifestei-lhe minha surpresa por sua visita àquela hora. Disse-me ele: ‘Não fale; venho velá-la; não fale; é preciso dormir.’ E estendeu a mão sobre a minha cabeça. Abri os olhos várias vezes para saber se ele ainda estava lá, e de cada vez me fazia sinal para os fechar e calar-me. Ele girava uma caixa de rapé entre os dedos e, de quando em quando, tomava uma pitada, como o fazia costumeiramente. Por fim adormeci e, ao despertar, a visão havia desaparecido. Diferentes circunstâncias me provaram que no momento dessa visita inesperada eu estava perfeitamente acordada, e que aquilo não era um sonho. Quando de fato me visitou pela primeira vez apressei-me em agradecer-lhe. Trazia a mesma caixa de rapé e, ao escutar-me, estampava o mesmo sorriso de bondade que eu notara quando me velava. Como me garantiu não ter vindo, o que aliás não me foi difícil acreditar, porquanto não teria havido nenhum motivo que o impelisse a vir a tal hora passar a noite junto a mim, compreendi que apenas o seu Espírito tinha vindo visitar-me, enquanto seu corpo repousava tranqüilamente em sua casa.”

Eis a conversa que tivemos com o Espírito São Luís, a propósito da tabaqueira, com vistas à solução do problema da produção de certos objetos no mundo invisível. (Sociedade, 24 de junho de 1859):

1. No relato da Sra. R..., trata-se de uma criança que viu, perto do leito de sua mãe, um homem a fumar um grande cachimbo. Compreende-se que esse Espírito possa ter tomado a aparência de um homem que fumava, mas parece que fumava realmente, pois o menino via o quarto repleto de fumaça. O que era essa fumaça?
Resp. – Uma aparência, produzida para o garoto.

2. A Sra. R... cita igualmente um caso de aparição pessoal, do Espírito de uma pessoa viva. Esse Espírito tinha uma caixa de rapé, do qual tomava pitadas. Experimentava ele a sensação que experimenta um indivíduo que faz o mesmo?
Resp. –Não.

3. Aquela caixa de rapé tinha a forma da de que ele se servia habitualmente e que se achava guardada em sua casa. Que era a dita caixa nas mãos da aparição?
Resp. – Sempre aparência. Era para que a circunstância fosse notada, como realmente foi, e não tomassem a aparição por uma alucinação devida ao estado de saúde da vidente. O Espírito queria que a senhora em questão acreditasse na realidade da sua presença e, para isso, tomou todas as aparências da realidade.

Continue lendo a Matéria Clicando em " Mais informações" logo abaixo

sábado, 4 de agosto de 2012

Maria de Agreda: Fenômeno de bicorporeidade


Matéria retirada da revista espirita de 1860.

Num compêndio histórico que acaba de ser publicado sobre a vida de Maria de Jesus de Agreda, encontramos um fato extraordinário de bicorporeidade, que prova que tais fenômenos são perfeitamente aceitos pela religião. É verdade que, para certas pessoas, as crenças religiosas não têm mais autoridades do que as crenças espíritas. Mas quando essas crenças se apoiarem sobre as demonstrações dadas pelo Espiritismo, sobre as provas patentes que ele fornece, por uma teoria pessoal, de sua possibilidade, sem derrogar as leis da Natureza, e de sua realidade por exemplos análogos e autênticos, será forçoso render-se à evidência e reconhecer, fora das leis conhecidas, a existência de outras que ainda pertencem aos segredos de Deus.

Maria de Jesus nasceu em Agreda, cidade da Castela, em 2 de abril de 1602, de pais nobres e de virtude exemplar. Muito jovem ainda tornou-se superiora do mosteiro da Imaculada Conceição de Maria, onde morreu em estado de perfeição espiritual. Eis o relato que se acha em sua biografia:
continue lendo a matéria clicando em " Mais informações" logo abaixo:

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Mundo Espiritual: As Colônias de Espiritos no Além


Não existem muitas diferenças entre os mundos do além e os lugares que encontramos aqui na Terra. Da mesma forma que aqui na Terra, lá você encontra lugares bonitos e lugares feios, lugares agradáveis povoados por gente boa e lugares desagradáveis povoados pela pior espécie de pessoas.
Lá do outro lado as pessoas se reúnem de acordo com suas afinidades ou vibrações. Pessoas positivas, alegres, de boas vibrações viverão em uma colônia repleta de pessoas semelhantes . Uma pessoa má, negativa e pessimista se sentirá melhor em companhia de pessoas iguais e será levada a viver numa colônia construida e administrada por pessoas semelhantes. Existem casos em que os seus sentidos só funcionam diante de pessoas que vibram igual a você. Um espirito bom e de vibrações elevadas pode ser invisivel aos olhos de espiritos de baixa vibração.
E isso faz a diferença entre as diversas colônias e regiões do mundo espiritual. Não é dificil imaginar que deve haver diferenças entre um lugar criado e administrado por pessoas boas e por espirito elevado e um local administrado por pessoas ruins de espirito baixo.
Sobre todas as cidades do planeta Terra existem universos paralelos, regiões espirituais invisíveis para nossos sentidos limitados, indetectáveis a partir dos instrumentos e tecnologias que possuimos hoje. Sobre a cidade onde você mora certamente existem uma ou mais colônias habitadas por pessoas que não se encontram mais nesta dimensão onde vivemos.
As colônias são verdadeiras cidades de grande, medio ou pequeno porte. Não existe nada mágico, não é um mundo de fadas cheio de efeitos especiais. Tudo que temos aqui na Terra temos lá. Afinal de contas as cidades da Terra e as cidades do além foram construidas por nós mesmos. Desta forma são semelhantes. Lá você encontra casas, prédios, escolas, hospitais, praças, jardins, lagoas, rios, animais, fábricas, alimentos, máquinas, veículos para transporte, instituições governamentais, hierarquia. As colônias ocupam um área delimitada cercada por muralhas e sistema de proteção para evitar a invasão de espiritos vindos das regiões sombrias.
Sobre a cidade do Rio de Janeiro encontramos uma colônia chamada NOSSO LAR, a primeira descrita por um espirito chamado André Luiz. Na época em que o livro (na decada de 30) existiam mais de 1 milhão de almas que lá habitavam. Sobre a Cidade de São Paulo encontramos 3 grandes colônias. Existem referências sobre colonias localizadas na região de Brasilia e Ribeirão Preto/SP devido a sua beleza.
As colônias espirituais do Brasil foram criadas a pouco tempo tendo início com a colonização do país. Antes já existiam núcleos menores ocupados por indigenas. Existem colônias no oriente com milhares de anos de existência. As maiores e mais belas se localizam sobre a India e o Tibet. As colônias possuem intenso intercâmbio entre sí e com os postos de socorro que são locais subordinados a elas que se encontram em planos espirituais mais baixos (inclusive na Terra) para ajudar e resgatar almas perdidas nas regiões de sombra (Umbral).
Algumas colônias possuem Escolas de Regeneração e grandes Hospitais para onde são levados os espiritos resgatados em regiões do Umbral. Estas pessoas passam por ensinamentos e tratamento para se recuperarem dos problemas morais e sentimentos negativos que ainda as preendem em níveis mais baixos.

Fonte: http://www.vidaemorte.org

terça-feira, 19 de junho de 2012

Celebridades highlanders,seriam literalmente imortais?

JOHN TRAVOLTA


Keanu Reeves

SYVESTER STALLONE

JUSTIN TIMBERLAKE

NICOLAS CAGE

PETER DINKLAGE pintura feita pelo artista espanhol Diego Velazquez em 1645.
Mais uma matéria sobre KEANU REEVES.
FONTE

Se você observar uma imagem de Keanu Reeves no início de carreira, com uma imagema atual vai perceber que ele mudou pouco de aparência, e que ele ainda apresenta um aspecto jovial.
Mas a verdade é mais estranha e inacreditável, vejam estas imagens de um ator francês chamado Paul Mounet, que nasceu em 1847 e morreu em 1922 sob circuntâncias misteriosas, pois seu corpo jamais fora encontrado:


Estranho, não? Agora vamos voltar um pouco mais ao passado, e observar esta pintura de Carlos Magno que nasceu em 742 e morreu (é o que dizem!) em 814:

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Mundo Espiritual: O Umbral


Localiza-se em um universo paralelo que ocupa um espaço invisível aos nossos sentidos que vai do solo terrestre até a algumas dezenas de metros de altura na nossa atmosfera.

O tempo, e as condições climáticas do Umbral seguem um ritmo equivalente ao local terrestre onde se encontra. Quando é noite sobre uma cidade, é noite em sua equivalência no Umbral. A névoa densa que cobre toda atmosfera dificulta a penetração da luz solar e da lua. A impressão que se tem é que o dia é formado por um longo e sombrio fim de tarde. A noite não é possível ver as estrelas e a lua aparece com a cor avermelhada entre grossas nuvens. Sua maior concentração populacional está junto as regiões mais populosas do globo. Encontramos cidades de todos os portes, grupos de nômades e espíritos solitários que habitam pântanos, florestas e abismos.

É descrito por quem já esteve lá como sendo um ambiente depressivo, angustiante, de vegetação feia, ambientes sujos, fedorentos, de clima e ar pesado e sufocante. Para alguns espíritos é uma região terrível e horripilante. Para outros é o local onde optaram viver. A vegetação vária de acordo com a região do Umbral. Muitas vezes constituída por pouca variedade de plantas. As árvores são normalmente de baixa estatura, com troncos grossos e retorcidos, de pouca folhagem. Existem também áreas desertas, locais rochosos, e lugares de vegetação rasteira composta de ervas e capim. É possível encontrar alguns tipos de animais e aves desprovidos de beleza. No Umbral se encontram montanhas, vales, rios, grutas, cavernas, penhascos, planícies, regiões de pântano e todas as formas que podem ser encontradas na Terra.

Como os espíritos sempre se agrupam por afinidade (igual a todos nós aqui na Terra), ou seja, se unem de acordo com seu nível vibracional, existem inúmeras cidades habitadas por espíritos semelhantes. Algumas cidades se apresentam mais organizadas e limpas do que outras. Todas possuem espíritos lideres que são chamados de diversos nomes: chefes, governadores, mestres, presidentes, imperadores, reis, etc. São espíritos inteligentes mas que usam sua inteligência para a prática consciente do mal. São estudiosos de magia, conhecem muito bem a natureza e adoram o poder, quase sempre odeiam o bem e os bons que podem por em risco sua posição de liderança.

Há grupos de pessoas nas cidades que trabalham para os chefes. Acreditam ter liberdade e muitas vezes gostam de servirem seu chefe na ansiedade pelo poder e status. Consideram-se livres, mas na verdade não o são, ao menor erro ou na tentativa de fugir são duramente punidos.
 Continue lendo a matéria clicando em "Mais informações" logo abaixo

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Mundo Espiritual: COMO É O INFERNO? OU UMBRAL?


No capítulo 1 e 2 do livro “Nosso Lar” escrito por Chico Xavier ditado pelo espírito André Luiz temos uma clara descrição do que é a região do Umbral que leigos conhecem como o Inferno. Veja a pena fazer o download do livro.
Do outro lado da vida temos um mundo muito semelhante ao que vivemos aqui na Terra atualmente. Do outro lado existem cidades, governos, casas, ruas, trabalho, florestas, rios, montanhas, plantas, animais. A principal diferença é que neste local as pessoas se agrupam junto com pessoas que pensam da mesma forma. Pessoas parecidas ou pessoas que tem afinidades, gostos, objetivos parecidos se agrupam em cidades, vilas, grandes regiões.
A mistura de pessoas que temos aqui na Terra não ocorre lá do outro lado. Em quanto vivemos em meio aos bons, maus, justos, injustos, perversos em uma mesma cidade ou bairro, lá do outro lado existe uma separação.
Perceba que esta separação de pessoas de acordo com sua personalidade não ocorre porque existe uma regra, uma norma, um mandamento. Ocorre simplesmente porque nós temos uma tendência natural de nos aproximarmos de quem é semelhante a nós e nos afastarmos de quem é diferente de nós.
Podemos ver isto acontecendo aqui na Terra em comunidades virtuais como o ORKUT. Veja que na Internet e especialmente no orkut as pessoas se unem com base nos seus gostos, afinidades, pensamentos formando grandes comunidades.
Lá do outro lado a coisa acontece exatamente da mesma forma.

Então tente imaginar como seria uma cidade que foi construída e é habitada por milhares de pessoas que tem em comum serem pessimistas, egoístas, orgulhosas, preguiçosas e que cultivam sentimentos como ódio, vingança, rancor, angustia. Fica fácil imaginar que uma cidade habitada apenas por este tipo de gente não seria um local agradável para viver. Certamente seria um local que muitos chamariam de inferno.
Agora imagine uma cidade construída e habitada apenas por pessoas generosas, otimistas, bondosas que cultivam sentimentos como amor, caridade, alegria e fé. Fica evidente que uma cidade cheia de pessoas assim com certeza seria bonita e organizada, um verdadeiro paraíso.
Do outro lado existe uma enorme quantidade de regiões e cidades habitadas por muitos grupos diferentes de pessoas que se combinam. A maioria vive feliz por estar junta de pessoas semelhantes. Um local ser classificado como bom ou ruim sempre vai depender do ponto de vista de quem avalia. Mas como assim?
Imagine uma pessoa viciada em sexo e cheia de perversões sexuais. Existem muitas pessoas que encontram no sexo e na perversão sexual o seu motivo para viver. Ao morrer estas pessoas se procuram, se encontram, se organizam, fundam vilas, cidades. Simplesmente migram para cidades já existentes onde todos só pensam exclusivamente em sexo e seus derivados. Do ponto de vista do pervertido uma cidade assim seria um verdadeiro paraíso. Este mesmo pervertido acharia um verdadeiro inferno se fosse obrigado a viver em uma cidade onde as pessoas não ligam para sexo.
Então podemos dizer que ninguém é obrigado a viver em um lugar ruim ou bom quando morrem. Você vai viver em um local cheio de pessoas iguais a você, que pensam como você, que vibram na mesma freqüência que você. Este negócio de frequência é interessante. Existem muitos livros psicografados que mostram que um espírito pode ser totalmente invisível para o outro dependendo de suas fibrações. Muitas vezes um espírito que se encontra em um nível mais avançado não consegue se comunicar com um espírito inferior simplesmente porque este é incapaz de perceber sua presença.
No caso do André Luiz. Ele viveu por 8 anos perambulando pelo Umbral perturbado com seus sentimentos negativos e seu orgulho. Somente depois de todo este tempo ele começou a refletir e perceber que precisava pedir ajuda. É neste momento que existiu a possibilidade de comunicação e de ajuda de um espírito superior que já acompanhava sua trajetória no Umbral.
Podemos comparar isto a uma pessoa drogada. No caso os sentimentos negativos seriam a droga que deixa sua mente dopada. Um drogado só pode ser ajudado e recuperado quando ele se conscientiza que precisa de ajuda. Quando ele se mostra disposto a aceitar e receber ajuda. Ninguém pode ajudar ninguém que não quer ser ajudado.
Muitas pessoas com pouca informação falam o seguinte “Como Deus permite que lugares ruins como o Umbral, inferno ou algo do tipo possam existir?” Na verdade o grande problema está no LIVRE ARBÍTRIO. Temos a total liberdade de escolher entre o bem e o mal, o certo e o errado, o bom e o ruim, a sabedoria e a ignorância. Temos total liberdade para construir nossas casas, nossas cidades, nossas leis, nossos governos. Temos total liberdade para nos unirmos a pessoas boas ou a pessoas ruins.
Então o UMBRAL não é uma criação de DEUS. Da mesma forma que DEUS não criou favelas, não deu preço para as coisas da Terra e nem criou o dinheiro. A sociedade em que vivemos e suas mazelas é criação nossa. Os lugares ruins e bons que existem na Terra e do outro lado da vida são criações nossas.

fonte: http://www.vidaemorte.org

terça-feira, 15 de maio de 2012

Conspirações Mundiais: Bohemian Grove - Sociedade Secreta dos Poderosos

Nesse Episódio de "Decifrando Códigos" do Canal por assinatura o The History Channel os 4 investigadores de mistérios tentam entender o que é o "Bohemian Grove", uma muito misteriosa e influente sociedade secreta que reúne os homens mais ricos e poderosos dos EUA e também de outras partes do mundo.
Essa super sociedade já foi investigada por Alex Jones, um jornalista norte-americano que tem um programa de Radio e também diversos sites. Esse é o principal: http://www.infowars.com/

Veja também esse: http://www.prisonplanet.com/

Além de Alex Jones, o misterioso "Clube dos Poderosos" também foi muito investigado por David Icke, que infelizmente não foi convidado pelo History para ajudar na investigação da equipe Decifrando Códigos. Mas ele reuniu tantas informações sobre o Bohemian Grove quanto Jones.

Acesse site de David Icke: http://www.davidicke.com/









quinta-feira, 10 de maio de 2012

O Mito da Caverna

O mito da caverna, também chamada de Alegoria da caverna, foi escrita pelo filósofo Platão, e encontra-se na obra intitulada A República (livro VII). Trata-se da exemplificação de como podemos nos libertar da condição de escuridão que nos aprisiona através da luz da verdade.
Alguns ainda chamam de Os prisioneiros da caverna ou menos comumente de A parábola da caverna.

Mito da caverna

Imaginemos um muro bem alto separando o mundo externo e uma caverna. Na caverna existe uma fresta por onde passa um feixe de luz exterior. No interior da caverna permanecem seres humanos, que nasceram e cresceram ali.
Ficam de costas para a entrada, acorrentados, sem poder locomover-se, forçados a olhar somente a parede do fundo da caverna, onde são projetadas sombras de outros homens que, além do muro, mantêm acesa uma fogueira. Pelas paredes da caverna também ecoam os sons que vem de fora, de modo que os prisioneiros, associando-os, com certa razão, às sombras, pensam ser eles as falas das mesmas. Desse modo, os prisioneiros julgam que essas sombras sejam a realidade.
Imagine que um dos prisioneiros consiga se libertar e, aos poucos, vá se movendo e avance na direção do muro e o escale, enfrentando com dificuldade os obstáculos que encontre e saia da caverna, descobrindo não apenas que as sombras eram feitas por homens como eles, e mais além todo o mundo e a natureza.
Caso ele decida voltar à caverna para revelar aos seus antigos companheiros a situação extremamente enganosa em que se encontram, correrá, segundo Platão, sérios riscos – desde o simples ser ignorado até, caso consigam, ser agarrado e morto por eles, que o tomaram por louco e inventor de mentiras.
Platão não buscava as verdadeiras essências na simplesmente Phýsis, como buscavam Demócrito e seus seguidores. Sob a influência de Sócrates, ele buscava a essência das coisas para além do mundo sensível. E o personagem da caverna, que acaso se liberte, como Sócrates correria o risco de ser morto por expressar seu pensamento e querer mostrar um mundo totalmente diferente. Transpondo para a nossa realidade, é como se você acreditasse, desde que nasceu, que o mundo é de determinado modo, e então vem alguém e diz que quase tudo aquilo é falso, é parcial, e tenta te mostrar novos conceitos, totalmente diferentes. Foi justamente por razões como essa que Sócrates foi Morto pelos cidadãos de Atenas, inspirando Platão à escrita da Alegoria da Caverna pela qual Platão nos convida a imaginar que as coisas se passassem, na existência humana, comparavelmente à situação da caverna: ilusoriamente, com os homens acorrentados a falsas crenças, preconceitos, ideias enganosas e, por isso tudo, inertes em suas poucas possibilidades.

O diálogo de Sócrates e Glauco

Trata-se de um diálogo metafórico onde as falas na primeira pessoa são de Sócrates, e seus interlocutores, Glauco e Adimanto, são os irmãos mais novos de Platão. No diálogo, é dada ênfase ao processo de conhecimento, mostrando a visão de mundo do ignorante, que vive de senso comum, e do filósofo, na sua eterna busca da verdade.

Continue Lendo a matéria clicando em " Mais informações" logo abaixo

domingo, 29 de abril de 2012

Conspiração: Manipulação das Mídias

Esse é apenas um exemplo de como são e podem ser feitas as manipulações de denuncias e reportagens e todo tipo de conspiração para o beneficios dos interesses de poucos poderosos do mundo.

Matéria so site : R7 publicado em 29/04/2012 às 17h53: atualizado em: 29/04/2012 às 22h50

Serra deu R$ 34 milhões à editora que publica
a revista Veja quando era governador de SP

Tucano escolheu um ex-jornalista da revista para assumir sua campanha à Prefeitura de SP

 Um levantamento feito junto ao Diário Oficial do Estado de São Paulo mostra que o ex-governador José Serra, quando ocupava o cargo, pagou cerca de R$ 34 milhões ao longo de um ano ao Grupo Abril, responsável pela publicação da revista Veja.

A pesquisa feita pelo jornalista Altamiro Borges em 2010, do jornal Correio do Brasil, revela que o dinheiro era transferido do governo paulista para o grupo por causa da assinaturas de revistas.

Parte do dinheiro foi destinado para a compra de cerca de 25% da tiragem da Nova Escola e injetou alguns milhões nos cofres de Roberto Civita, o empresário que controla a Editora Abril. 
Além disso, na época, o tucano também apresentou proposta curricular que obrigava a inclusão no ensino médio de aulas baseadas nas edições do Guia do Estudante, outra publicação do grupo.

Depois de vários contatos, o  R7 aguardava o retorno prometido pelos assessores do ex-governador.

Nesta semana, gravações feitas pela Polícia Federal, à qual o R7 teve acesso, mostraram que Cláudio Abreu , ex-diretor da Delta Construções, deu orientações a um dos redatores-chefes da revista Veja, Policarpo Júnior, para produção de uma reportagem sobre Agnelo Queiroz (PT-DF).
Dias antes, foi publicada uma denúncia sobre a atuação do governador na operação Caixa de Pandora, que derrubou o antecessor e rival José Arruda (ex-DEM).
Aparentemente, o grupo de Cachoeira tentava abastecer a revista com informações que interessavam a seus negócios.

Entre o dia 29 e 30 de janeiro, membros do grupo discutiram a repercussão da matéria e usaram a história para pressionar o governo pelo cumprimento de uma promessa não identificada pelo inquérito da PF.

Recentemente, Serra, atual pré-candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, anunciou o jornalista Fábio Portela, ex-editor de Brasil da revista Veja, como coordenador de imprensa de sua campanha.

Fonte: R7
 

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Portas para o Além - Espírito ao vivo na radio

Episódio 3 - Espírito no Ar (Colômbia)
Héctor Contreras e Daniel Trespalacios, apresentadores de um programa de rádio de sucesso em Bogotá, ficam inquietos quando a voz de uma entidade infantil aparece repetidas vezes na transmissão do programa, ao vivo.

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Seitas Religiosas e a lavagem cerebral

documentário da Discovery: índices da maldade

Membros de seitas, alguns são levados a matar e outros testemunham o pior do ser humano. Todos sofrem as conseqüências da obediência cega, "quando você não consegue pensar fora do esquema, é escravidão", servindo de marionete para um líder manipulador e carismático, tudo pela sua religião. O que torna alguém seguidor de uma seita? será uma fraqueza? ou qualquer um de nós está suscetível? Perder a habilidade de pensar por si mesmo, pode levar a qualquer coisa, humilhação, tortura e até mesmo assassinato...

sexta-feira, 30 de março de 2012

Banidos da Bíblia - Os Segredos dos Apostolos

As palavras dos seguidores de Jesus são consideradas "a pura verdade". Então, deve-se perguntar como é que alguns dos escritos que lhes são atribuídos foram suprimidos do Novo Testamento. Por que Roma eliminou o relato de Pedro sobre uma batalha ao estilo de "O senhor dos anéis"? Quem foi a misteriosa e poderosa acompanhante de Paulo durante as suas viagens e por que lhe foi negado o seu lugar legítimo entre as mulheres da Bíblia? Que atos sexuais proibidos são sugeridos no evangelho secreto de Marcos? Por que foi eliminada uma versão do evangelho de Pedro que exonerava Poncio Pilatos? E, o que há no recentemente autentificado Evangelho de Judas que pode mudar a sua imagem como o autêntico traidor de Jesus Cristo? Por que é que a Igreja proibiu estes escritos? Trata-se de dados perdidos dos autênticos ensinamentos de Jesus Cristo ou de tentativas hereges de reescrever a história? Analisaremos os lugares onde estes textos apareceram pela primeira vez, o debate sobre a sua autenticidade, assim como o seu significado, se é que é verdadeiro.

terça-feira, 27 de março de 2012

Jihad Brasileira – A “Guerra Santa” Verde e Amarela começou


 
Matéria do site: ahduvido :
Quem acompanha o ahduvido sabe que evitamos colocar qualquer assunto que fala sobre Religião no Blog desde do post das “63 contradições bíblicas”(dá até dor de cabeça em lembrar….). Os fanáticos evangélicos se uniram para ficar “enchendo a nossa paciência” dia e noite por causa daquele post, até que criamos a regra de não publicarmos mais nada desse caráter….. Até agora!
Nesse momento, o quadro mudou. E mudou para pior. Não está mais atingindo apenas o “idiota” que paga o dízimo para esses pastores e os enriquecem: está atingindo a todos nós e você já vai saber o porquê. Confira: 
Jihad Brasileira começou
A Jihad Brasileira começou. Os líderes das Igrejas iniciaram um combate visando a conquista do público alheio. Com o crescimento desacelerando, para crescer mais, o jeito é tomar o “fiel” de outra igreja evangélica. Segundo o IBGE , em 2009 os evangélicos já somavam 50 milhões de brasileiros, cerca de 25,4% da população total do Brasil na época. A estimativa é que esse índice alcance os 104 milhões de evangélicos em 2020, em uma população de 209 milhões, representando aproximadamente, 50% dos brasileiros. Esse crescimento exponencial é explicado através de três fatos: publicidade exagerada, engenharia social e, principalmente, o aumento da exposição na Televisão.  E os representantes dessas Igrejas sabem disso, sabem que é a Televisão a maior agregadora de mentes. Dessa conclusão comum, iniciou uma disputa pelos horários nas madrugadas das emissoras. Foi nesse ponto que toda a confusão começou. Era um puxando o tapete do outro e o outro puxando o tapete do “um”.
Breve Histórico
Para você entender melhor como tudo isso se desenrolou, colocarei aqui um breve histórico dos envolvidos:
Evangélicos
Nos países anglo-saxões, onde a Reforma Protestante eclodiu no século XVI, o termo “evangélico” é usado para definir quase todas as doutrinas cristãs protestantes. Na Alemanha, berço do luteranismo, seu uso chega a ser mais específico: é comum se referir aos membros da Igreja Luterana como evangélicos, excluindo-se o resto dos protestantes. Já no Brasil, quando se fala de evangélicos, trata-se de uma forma genérica de se referir às correntes protestantes pentecostais e neopentecostais (veja abaixo), surgidas somente no século XX. De forma simplificada, pode-se dizer que todo evangélico é protestante, mas nem todo protestante se considera evangélico.
Protestantismo Histórico
Movimento iniciado na Europa no século XVI, cujo marco célebre são as 95 teses do teólogo cristão Martinho Lutero criticando uma série de práticas e doutrinas da Igreja Católica. Ao romper com o Vaticano, Lutero desencadeia a Reforma Protestante, que culmina com a fundação de correntes cristãs dissidentes, como a própria Igreja Luterana, a Calvinista e a Metodista. A maioria das igrejas protestantes rejeito o culto a Maria e aos santos e o celibato clerical, além de admitir práticas como o divórcio e os métodos anticoncepcionais.
Protestantismo Pentecostal
Corrente que aparece nos Estados Unidos nos primeiros anos do século XX, entre fiéis metodistas insatisfeitos com a falta de fervor em suas igrejas. Devido aos cultos vibrantes, marcados por expressões de êxtase e fortes emoções, não demora a se difundir pelos EUA, e posteriormente por países mais pobres, especialmente na América Latina. Em linhas gerais, os pentecostais acreditam em aspectos milagrosos da fé, como o poder de cura do Espírito Santo, e enfatizam a pregação do Evangelho aos não convertidos. A maioria das igrejas pentecostais cobra dízimo de seus fiéis
Protestantismo Neopentecostal
Fenômeno surgido a partir dos anos 1970, que se difere do pentecostalismo tradicional especialmente por estimular o fiel a buscar a prosperidade em lugar da graça. Seus rituais espetaculosos, que não dispensam curas milagrosas e exorcismos, não escondem o fato de que grande parte das igrejas neopentecostais não são muito rígidas no que diz respeito aos hábitos e costumes de seus fiéis. Algumas delas mantém forte presença na mídia eletrônica, controlando a programação (quando não as finanças) de centenas de emissoras de rádio e televisão Brasil afora.
As envolvidas
Igreja Universal do Reino de Deus
Fundação: 1977
História e doutrina: Principal igreja do fenômeno neopentecostal brasileiro, foi fundada pelo bispo Edir Macedo, nos subúrbios do Rio de Janeiro. Segue os preceitos gerais do cristianismo. Em seus cultos diários, estimula-se a doação do dízimo e é comum a prática do exorcismo. Aposta na mídia eletrônica para atrair fiéis – é dona da Rede Record de televisão, entre outras emissoras.
Igreja Internacional da Graça de Deus
Fundação: 1980
História e doutrina: Dissidência direta da Igreja Universal, foi fundada no Rio por Romildo Ribeiro Soares, cunhado do bispo Edir Macedo. Suas pregações e rituais, repletos de curas e exorcismos, podem ser acompanhadas em diversas emissoras de televisão, que vendem seus horários para que a igreja arrebanhe seus fiéis.

continue lendo a matéria clicando em "Mais informações" logo abaixo

terça-feira, 20 de março de 2012

Banidos da Biblia - Enigmas do Antigo Testamento

Video muito bom, pena que só consegui encontrar em portugues de portugual mas vale a pena ver.

quarta-feira, 14 de março de 2012

Outras 24 Teorias da Conspiração


24. Área 51
A área restrita no deserto de Nevada é um dos locais de testes militares mais bem protegidos do planeta. Cercas e placas alertam os transeuntes de que, a partir de determinado ponto, é proibido passar. Talvez por isso, ou pelos constantes relatos de atividades estranhas na região, a Área 51 tenha se tornado sinônimo de conspiração. Especialmente na década de 1970 surgiram diversos relatos de que os Estados Unidos tinham conhecimento, e até envolvimento, com vida extraterrestre – e que muitas provas estavam guardadas por aquelas cercas no deserto. Autópsias secretas, discos voadores e testes bizarros seriam realizados lá dentro. O local já foi explorado em filmes de Hollywood, documentários e apareceu até mesmo na série Os Simpsons.

23. Pan Am Flight 103
Pan Am Flight 103 foi o vôo transatlântico que partiu do Aeroporto de Londres, Heathrow, para o aeroporto internacional de Nova Iorque em 21 de dezembro de 1988. A aeronave que voava nesta rota – um Boeing 747 – foi destruída por uma bomba, matando todas as 259 pessoas a bordo e 11 pessoas em terra. Teóricos dizem que o Boeing foi destruído pelo governo porque algo dentro do avião não podia chegar em terra. Como não sobrou muito da aeronave, pouco se pode saber sobre o ocorrido. O evento ficou conhecido como atentado de Lockerbie e na versão oficial foi resultado de um ataque terrorista de um grupo Líbio.

22. O Portal
Se você leu os “Mais 50 mistérios inexplicáveis” deve saber sobre os incidentes que ocorrem no Golfo de Aden. Em 9 de novembro de 2009, um enorme vórtice se abriu no céu em cima do Golfo de Aden, o qual toda Noruega e parte da Europa puderam observar. O fenômeno que deixou muita gente espantada, durou cerca de 12 minutos. No inicio de 2010, ele voltou a acontecer em menor intensidade. A versão oficial diz que os vórtices gigantescos que se formam no céu do Golfo de Aden são resultados de mísseis que falharam. Logicamente, os teóricos da conspiração não ficaram contente com a explicação. Eis então que vem a publico um relatório que ninguém sabe a veracidade mas que deixou muitas pessoas com o pé atrás. O relatório seria do almirante da Frota do Norte russa Maksimov, do primeiro-ministro Vladimir Putin, dizendo que um misterioso vórtice magnético atualmente focando no Golfo de Aden desafiou todos os esforços combinados da Rússia, os Estados Unidos e a China a fechar e verificar a causa exata de sua origem.
A especulação é que o vórtice do Golfo de Aden possa ser um Stargate, aparelho anular supercondutor que permite viagens pelo “subespaço”, através de um buraco-de-minhoca estável, com destino a outro aparelho idêntico localizado a uma vasta distância do primeiro. Ou talvez em outro universo.
Desde o ano 2000, o golfo de Aden é vigiado dia e noite pelas seguintes frotas navais: Marinha Real Australiana Guerra, Marinha belga Búlgaro, Marinha do Canadá, Marinha de Libertação do Povo (China), Marinha Real da Dinamarca, Marinha Francesa, Marinha Alemã, Marinha grega, Marinha da Índia, Marinha da República Islâmica do Irão, da Marinha italiana, as Forças Marítimas de Autodefesa do Japão, República da Marinha da Coreia (Coreia do Sul), Marinha Real da Malásia, Marinha Real Holandesa, Marinha do Paquistão, Marinha Portuguesa, Arábia Royal Navy, Marinha Russa, Marinha Espanhola, Marinha sueca, Marinha turca, Marinha Real Britânica e a Marinha dos Estados Unidos.
Quando questionados sobre o porquê de tantos grupos navais em único lugar, os governos respondem a mesma coisa: piratas da Somália. A região é infestada por piratas, isso é verdade. Porém não justifica uma ação conjunta desse tamanho para conter meia-duzia de pé-rapados ( pois é, esses piratas possuem embarcações precárias, além de que, seu poder de fogo é tão insignificante perto do que uma Marinha de um país contém, que é certo que apenas a Marinha dos EUA conseguisse detê-los).
Desde de o advento da Mecânica Quântica, essas estruturas começaram a ser cogitadas. Não sabemos se o homem seria capaz de criar tal estrutura, principalmente pelo fato de que seria necessária uma enorme quantidade de energia para abrir um Portal para qualquer lugar que seja. Entretanto, ele estava lá, ficou visível para todos no dia 9 de novembro de 2009. Como eles sabem desse evento desde o ano 2000, isso explicaria a pressa de alguns governos em construir seus abrigos anti-catastrofes depois dessa data.

Continue lendo a Matéria clicando em " Mais informações" logo abaixo

domingo, 4 de março de 2012

26 famosas teorias da Conspiração

26. Assassinato de John Fitz-gerald Kennedy
Dallas, Texas, 2 de novembro de 1963. Durante um passeio com uma limusine aberta, o então presidente dos EUA, John F. Kennedy, é assassinado frente a multidão que acompanhava a carreata. Horas depois, a polícia prende Lee Harvey Oswald, um ex-soldado, acusado de ser o autor dos disparos que levaram a óbito JFK. Dois dias depois Oswald é assassinado em frente as câmeras de TV. A versão oficial diz que Lee era um comunista maluco, autor dos três disparos que mataram o presidente. No entanto, todos que analisaram esse caso sabem que essa versão tem mais furos que queijo suíço. Filmagens amadoras, gravações de áudio, depoimentos de testemunhas provam que foram disparados quatro tiros e não três como na versão oficial. Na perícia, foi comprovado que o rifle de Oswald só havia disparado três vezes. Quem havia dado o quarto tiro? Havia um segundo atirador no local. Claro, o governo negou tudo. E isso levou a criação da tese da Bala Mágica, que é um tanto debochada: Se Oswald foi mesmo o responsável e foram disparados apenas três tiros e sabendo que a primeira bala errou o alvo e acertou um pedestre e a segunda estourou a cabeça do presidente, de onde vieram os malditos sete outros ferimentos restante? Se a versão oficial estiver certa, a bala de Lee Oswald era mágica e veja o porquê: ela entrou por trás do pescoço de Kennedy, saiu pela frente, virou a direita, depois a esquerda, entrou nas costas do governador Connally, saiu pelo peito, atravessou seu pulso direito e acabou na sua perna esquerda. Eu sei, você pode até achar graça disso mas a versão oficial afirma que foram apenas três tiros e um único atirador, logo, apenas essa hipótese é possível. Os teóricos da conspiração não aceitaram essa versão. Entre as varias teorias da conspiração que surgiram, a mais aceita é que a CIA foi responsável pelo assassinato de JFK. Kennedy era contra os projetos completamente anti-éticos criados pela CIA para favorecer os EUA. Entre eles, o mais sombrio de todos, Operação Northwoods, uma operação maníaca da CIA que visava acabar com o poderio comunista que crescia em Cuba gerando uma guerra entre os países. Para isso, a CIA planejou uma série de ações terroristas violentas nas cidades dos E.U.A, com o propósito de culpar Cuba pelos atentos e conseguir que a opinião publica ficasse do seu lado quando anunciassem a guerra. Ao apresentar o projeto ao presidente Kennedy, receberam rejeição imediata, além do que, o próprio presidente ficou tão cismado com o fato que tratou de levantar uma série de medidas para limitar o poder da CIA. Três anos depois, Kennedy é assassinado em Dallas.
O interessante dessa teoria é que ela faz muito mais sentido que a versão oficial. É muito mais sensato, na minha opinião, acreditar que existia um segundo atirador do que uma bala mágica que faz de tudo. Mas cabe a cada um julgar, o povo americano acredita na versão oficial e você?

25. Astros do Rock, mortos…ou talvez não

“Elvis não morreu”, provavelmente você já deve ter escutado essa frase. Pois bem, ela provém de uma teoria da conspiração que diz que Elvis não morreu, decidiu sumir pois não suportava mais a fama, forjando sua própria morte. Mas se engana se você pensa que ele é o único. Michael Jackson também está na lista daqueles que forjaram suas mortes. Sem falar de Jim Morrison, dos The Doors, que segundo os conspiradores, não morreu e virou um agente secreto, enterrando um sósia no seu lugar. Outro da lista que gosta muito da palavra sósia é Paul McCartney, pois diz a lenda, que o Paulzinho que está vivo e tocando pelo mundo hoje é na verdade um sósia do Paul McCartney original. O engraçado disso tudo é que os Beatles, por algum motivo, inseriram em suas obras, como na capa de Sgt. Peppers e na música “Im so tired” (tocada ao contrário) menções sobre a morte de Paul. Por que fizeram isso? Vai saber….
Jimi Hendrix também é parte da lista dos conspiradores. A TdC diz que Hendrix foi morto pela CIA, afogado em um barril de vinho, pelo fato de ser encontrado muito vinho em seus pulmões durante a autopsia. O motivo foi porque Hendrix havia se tornado uma referencia popular e apoiava causas que, do ponto de vista da CIA, eram demasiadamente subversivas, como o total desprezo pelo poder estatal. Isso irritou gente do alto escalão e antes que a idéia ganhasse força, mataram o pobre. A versão oficial diz que foi dorgas, manolo!

24. Experimento Filadélfia

O ano era 1943. A expansão de tecnologia bélica estava a toda. O objetivo era mudar o rumo da Segunda Guerra Mundial. Em um estaleiro da Marinha, na Filadélfia, um conselho de cientistas estava pronto para colocar em pratica um dos projetos mais audaciosos já concretizados: o Projeto Rainbow ( que futuramente se transformaria no projeto “Monstro” Montauk), tinha como objetivo criar um navio invisível aos olhos humanos. Segundo os conspiracionistas, a marinha Americana conduziu o experimento no dia 28 de outubro de 1943, usando o destroier U.S.S. Eldridge, sob o comando de Dr. Franklin Reno, em uma ousada aplicação militar da Teoria do Campo Unificado. Eram tempos sombrios, onde a ética e a sensatez eram esquecida em prol da rapidez nos resultados que poderiam determinar a vitória na guerra. Por esse motivo, a tecnologia foi utilizada sem haver um conhecimento profundo da mesma. E o que os cientistas descobriram foi que eles meteram o nariz no lugar errado. Envolto a uma nuvem esverdeada, o Eldridge sumiu dos radares e ficou invisível à todos que acompanhavam o experimento. Entretanto, a operação não foi um sucesso. Isso porque, a teoria conta que o Eldridge não ficou invisível de fato. O que os cientistas descobriram de maneira acidental foi como abrir uma fenda no espaço-tempo. De acordo com os poucos sobreviventes da operação, o destroier foi teletransportado para Norfolk, Virginia, 600 quilometros do ponto original , 40 anos no futuro e lá permaneceu navegando pelas águas, em uma tarde ensolarada de 1983, durante 15 minutos e se rematerializou no estaleiro da Filadélfia após esse tempo. Ok! Mas o que há de errado nisso, foi uma grande proeza não? Sim, certamente foi, a não ser, claro, pelo fato que grande parte da tripulação estava fundida com o metal do navio. Os sobreviventes ficaram loucos e dizem que apenas 3 deles conseguiram relatar o que havia ocorrido durante o período de quarentena. Pouco tempo após o incidente foi criado o Projeto Fenix, continuação do PF, que tinha como proposito estudar os porquês dos porquês do Projeto Filadélfia. Logicamente, o governo americano negou tudo e diz não passar da mais pura imaginação popular.

Continue lendo a Matéria clicando em " Mais informações" logo abaixo

sexta-feira, 2 de março de 2012

7 Casos incríveis de combustão humana espontânea



Em 1663, o físico dinamarquês Thomas Bartholin descreveu uma mulher que "ardeu em chamas e fumaça" enquanto a cama de palha em que estava deitada permaneceu intacta. O estranho incidente, que aconteceu em Paris, é tido como o primeiro registro de um fenômeno que hoje conhecemos – mas que não compreendemos – como combustão espontânea.

A combustão humana espontânea é o nome dado ao raro acontecimento em que uma pessoa queima até virar cinzas, sem causa externa aparente para a ignição.




A maioria dos 200 casos conhecidos de combustões humanas espontâneas (CHE) têm características similares.

Primeiro, o corpo é quase completamente incinerado enquanto a maior parte da área ao redor permanece intocada; apenas o corpo, o chão embaixo e o teto logo acima são afetados.

A segunda característica comum é que o torso é a parte mais consumida pelas chamas, com os possíveis restos pertencentes às extremidades.

A terceira é que assim como não há evidência externa de ignição, também não há anda que supostamente tenha acelerado ou começado o fogo.

Finalmente, a vítima está normalmente sozinha, e em casa, quando encontra o fogo mortal. E geralmente são reconhecidas como vivas quando o fogo começou, mesmo que não sejam comuns sinais de luta.

Há diversas teorias para explicar o fenômeno: explicações paranormais e naturais, envolvendo causas mais ou menos verificáveis.

Entre as explicações naturais mais plausíveis está a ideia de que as vítimas – que tendem a ser idosas, enfermas ou obesas – estão dormindo, ou imóveis, ou ainda mortas por algo como um ataque do coração, e acionam alguma fonte de fogo – comumente um cigarro derrubado.

Uma hipótese conhecida como o "efeito pavio" sugere que alguma faísca externa ou chama queima as roupas da vítima o suficiente para chegar à pele. A pele então libera gordura, que age de modo similar à cera da vela. O efeito foi testado e concluíram que o corpo humano contém gordura suficiente para garantir a própria combustão.

Outros estudiosos da combustão humana espontânea têm suas próprias teorias, baseadas em explicações mais "loucas". Uma delas sugere que partículas como os raios gama causam uma CHE, em uma reação livre de oxigênio – mas como isso acontece e de onde vem a energia é um mistério.

Outra explicação ainda não testada é a de que níveis anormais de álcool no sangue atingem o ponto de pegar fogo espontaneamente. Mas os níveis de concentração alcoólica necessários para tanto faz a teoria impossível.

Uma terceira ideia é de uma faísca de um acúmulo de eletricidade estática, que inicia o fogo nas roupas da vítima. Mas isso soa pouco plausível para os infernos mortais que tiraram a vida de centenas de pessoas.

1 - Robert Bailey (1967)
Em um estranho caso de combustão espontânea em Londres, um passageiro de ônibus avistou chamas azuis na janela de um apartamento superior e presumiu ser um jato de gás. A testemunha chamou o corpo de bombeiros, e Robert Bailey, um homem de rua, foi encontrado morto nas quentes escadarias do prédio. Um bombeiro afirmou que as chamas azuis – extinguidas com uma mangueira – estavam vindo de uma fenda no abdome de Bailey, que ainda estava vivo quando começou a queimar.

2 - Michael Faherty (2010)

O irlandês Michael Faherty, de 76 anos, foi encontrado morto, com a cabeça perto da lareira, em sua sala. Os danos no local estavam limitados ao teto acima de sua cabeça, o chão logo abaixo, e o corpo, totalmente incinerado. A polícia, entretanto, não acreditou que a lareira foi a causa do incêndio. O coronel afirmou que "esse fogo foi investigado e eu fico com a conclusão de que isso entra na categoria de combustões humanas espontâneas, para a qual não há explicação adequada". Outros acreditam que as cinzas do fogo tenham sido responsáveis.


Continue lendo a Matéria clicando em " Mais informações logo abaixo"

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Os 10 lugares mais misteriosos do mundo


Sobre os lugares mais misteriosos do mundo: Muitos acreditam que coisas sobrenaturais têm acontecido em várias partes do mundo há séculos. Esses fenômenos inexplicáveis parecem não ter preferência por algum tipo de local geográfico ou construção. Eles já se manifestaram em casas habitadas por gente comum, em regiões geográficas com belas paisagens, em castelos de príncipes ou até mesmo em galpões militares que supostamente esconderiam segredos de outro planeta.
Muitos acreditam que coisas sobrenaturais têm acontecido em várias partes do mundo há séculos. Esses fenômenos inexplicáveis parecem não ter preferência por algum tipo de local geográfico ou construção. Eles já se manifestaram em casas habitadas por gente comum, em regiões geográficas com belas paisagens, em castelos de príncipes ou até mesmo em galpões militares que supostamente esconderiam segredos de outro planeta.


10. Triângulo das Bermudas:


Desde meados do século 19 uma área no Oceano Atlântico em forma de triângulo, com seus vértices na Flórida (EUA), em Porto Rico e na ilhas Bermudas, é considerada o local do misterioso desaparecimento de 50 navios e 20 aviões. As ocorrências naturais (ou sobrenaturais) atribuídas à região levaram os mais crentes a denominarem o lugar de “Triângulo do Diabo”.
Embarcações totalmente abandonadas, sem sinal dos corpos de seus ocupantes, e navios e aviões que sumiram sem deixar rastros são as principais evidências que sustentam as teorias sobrenaturais sobre o que acontece por lá. Na verdade, características geofísicas da região e fatores climáticos são provavelmente as principais causas dos desaparecimentos. Além disso, há a possibilidade da corrente marítima, muito rápida e turbulenta, e falhas na correção da navegação levarem as embarcações a se perderem e envolverem-se em catástrofes.

9. Castelo de Bram:

Os vampiros não nasceram lá, mas o mais famoso de todos eles sim. Imortalizado no romance de Bram Stoker, Drácula teria sido inspirado em Vlad “Dracul” Tepes, príncipe e líder guerreiro que no século 15 lutou pela ordem dos Cavaleiros do Dragão ao lado dos cristão e contra os turcos. Entre as inúmeras barbaridades que teria cometido estariam empalar seus inimigos e beber o sangue deles. O castelo no qual morou fica na Transilvânia, região atualmente localizada na Romênia.
Construído há cerca de dois mil anos, o Castelo de Bram é cercado de mistérios sobre a existência de passagens secretas e de acontecimentos sobrenaturais. Apesar da lenda de que Vlad tenha se transformado num vampiro, o que mais assusta no Castelo de Bram são as memórias das atrocidades cometidas por ele enquanto ainda era um ser humano.



continue lendo a matéria clicando em " Mais informações" logo abaixo

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

10 mistérios humanos bizarros


ATENÇÃO: esta lista contém algumas imagens fortes.
Muitas vezes, nós nos deparamos com condições estranhas e inexplicáveis do corpo humano. Estes são os mistérios que a ciência não pode facilmente desvendar, os tipos que desafiam as leis naturais. E o que eles são? Apenas boatos derivados da nossa imaginação, ou será que estamos olhando para os primeiros passos de um salto evolutivo? Decida você mesmo em quais desses mistérios bizarros humanos você acredita.
10) CURANDEIROS FASCINANTES
Práticas xamânicas eram muito prevalentes no mundo no passado. Esses rituais espirituais são realizados até hoje e reverenciados como procedimentos legítimos. Nas Filipinas, um curandeiro fascinante alega ter a capacidade de materializar e desmaterializar a matéria. O xamã entra em transe leve, onde ganha habilidade sobrenatural para realizar cirurgias com pouco ou nenhum contato com o paciente. Eles seriam capazes de remover objetos estranhos de dentro do corpo, como vidro e metal, e fornecer alívio a dores. Muitos desses xamãs foram desmascarados, mas não é o caso de todos eles. Alguns curandeiros podem retirar molares com as mãos, enquanto outros podem remover e substituir os globos oculares. Não há ainda provas suficientes para julgar o que os xamãs são aparentemente capazes de fazer.

9) CIRURGIÕES PSÍQUICOS
Bem como os curandeiros fascinantes, cirurgiões psíquicos podem executar procedimentos que normalmente requereriam ferramentas e o que consideramos suprimentos médicos convencionais (como anestesia). Mas, ao contrário dos curandeiros, eles vão mais fundo no corpo do paciente e, literalmente, arrancam tumores e órgãos. Estes tipos de cirurgiões são encontrados principalmente no Brasil e nas Filipinas, onde as pessoas acreditam fortemente em espíritos (que ajudam em cada procedimento / tratamento). Os pacientes são orientados a reconhecer que os sentimentos e pensamentos negativos em relação à doença só servem para agravar a situação, e que elas não podem ser curadas se não acreditam na possibilidade de superá-la. Em outras palavras, os pacientes devem formar um vínculo entre mente, corpo e espírito, para atingir o equilíbrio necessário para a recuperação.
8 ) COMBUSTÃO HUMANA ESPONTÂNEA
Combustão humana espontânea (CHE) é queimar de dentro para fora. Certamente soa estranho, mas a maioria de nós está familiarizada com este suposto fenômeno. Casos famosos incluem a CHE de Jack Angel que levou à necessidade de amputação de sua mão, ou Mary Reeser, que foi queimada como uma batata frita e encontrada com um crânio encolhido. Mesmo a ficção tem seus exemplos de CHE, como no romance de Charles Dicken, “Bleak House” (Dickens era fascinado pelo tema e o pesquisou profundamente). Você provavelmente já teve algumas ideias para desmascarar esse mistério, mas considere o seguinte: crematórios pré-aquecem seus fornos cerca de 1003 graus Celsius, porque o corpo humano é relativamente difícil de queimar. Demora entre uma e duas horas para tecidos e ossos grandes se tornarem cinzas. Vítimas de CHE são normalmente encontradas na forma líquida, ou seja, seus corpos teriam que ter queimado a uma temperatura superior a 1647 graus Celsius. E em alguns casos, nem todo o corpo é queimado, mas não há outras marcas de queimaduras nem um cenário tradicional de casa pegando fogo. E aí?

continue lendo a matéria clicando em " Mais informações" logo abaixo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...